-->

O futuro dos computadores - Computadores Ópticos

Um computador óptico (também chamado computador fotónico) é um dispositivo que realiza a computação utilizando fotões de luz visível ou feixes infravermelho, ao invés de electrões a fluir numa corrente eléctrica. Os computadores que utilizamos hoje em dia usam transístores e semicondutores para controlo de electricidade mas os computadores do futuro poderão utilizar cristais e metamateriais para controlar a luz.



Uma corrente eléctrica gera calor nos sistemas de computador e conforme aumenta a velocidade de processamento, o mesmo acontece com a quantidade de electricidade necessária; esse calor extra é extremamente prejudicial para o hardware. Os fotões criam quantidades substancialmente mais pequenas de calor que os electrões tornando assim possível o desenvolvimento de sistemas com maior poder de processamento. Através da aplicação de algumas das vantagens das redes de luz visível ou de infravermelho à escala de dispositivos e componentes, poderá um dia ser desenvolvido um computador que possa realizar todas as operações significativamente mais rápido que um computador electrónico convencional.



Feixes de luz coerente, ao contrário do que ocorre às correntes eléctricas em condutores metálicos, passam uns pelos outros sem interferência, ou seja, os electrões repelem-se uns aos outros enquanto que os fotões não. Por esta razão, os sinais transmitidos através de fios de cobre degradam-se rapidamente enquanto os cabos de fibra óptica não têm esse problema. Vários feixes de laser podem ser transmitidos de modo a que os seus caminhos se cruzem, com pouca ou nenhuma interferência entre eles, mesmo quando estão confinados, essencialmente, a duas dimensões.

Computadores Híbridos Electrópticos


A maioria dos actuais projectos de investigação incide sobre a substituição de componentes de computador actual por equivalentes ópticos criando assim um sistema de computador óptico digital de processamento de dados binários. Esta abordagem parece oferecer as melhores perspectivas de curto prazo para a computação óptica comercial, já que os componentes ópticos podem ser integrados em computadores tradicionais para produzir um híbrido óptico e electrónica. No entanto, os dispositivos optoelectrónicos perdem cerca de 30% da sua energia na conversão de electrões em fotões e vice-versa o que também diminui a velocidade de transmissão de mensagens.



Computadores Ópticos


Os computadores integralmente ópticos eliminarão a necessidade da conversão atrás referida. Esses computadores irão usar múltiplas frequências para enviar informações através de todo o computador na forma de ondas de luz e de pacotes, não tendo portanto, qualquer sistema electrónico o que permite dispensar a conversão de eléctrico para óptico, aumentando assim a velocidade.

3 comentários:

Renato disse...

Nossa, demais!!

Trimegisto disse...

Gostou? Divulgue... :-)

Mariana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.